Home / Como lidar com o Diabetes / Como realizar a contagem de carboidratos nas férias?

Como realizar a contagem de carboidratos nas férias?

Dicas essenciais antes de realizar qualquer viagem!

As férias estão chegando. Uau! Que destino vou escolher, caso opte por uma viagem? Independentemente se vou ficar na cidade ou vou viajar, muitos pais de pessoas com diabetes se preocupam pois há mudança na rotina que pode gerar episódios de hiper e hipoglicemia.

Para falar sobre este tema, entrevistamos a nutricionista Carolina Rodrigues, nutricionista e educadora em diabetes, e que explica que “a alimentação saudável deve estar presente em nossas vidas tendo ou não diabetes. Quando realizamos uma viagem, aproveitamos para experimentar novos alimentos. Porém principalmente para as pessoas com diabetes, o controle da quantidade consumida é algo fundamental para garantir melhores resultados de glicemia. Os excessos devem ser compensados com uma alimentação mais saudável em outras refeições”.

carboidratos

Portal De Bem com a Vida: Carolina, quando uma pessoa vai viajar para outra cidade, como ela deve proceder com relação à contagem de carboidratos?

Em primeiro lugar, ela deve prestar atenção em alguns alimentos típicos da cidade e fazer uma busca na internet para saber a quantidade de carboidrato de cada um. O importante é verificar as porções e correlacionar com as informações que obteve. Caso a pessoa se sinta insegura, deve consultar uma nutricionista para ter estas informações. Caso na viagem experimente algo que não tem certeza da quantidade de carboidrato, é importante monitorar a glicemia, após duas horas da alimentação, para saber se acertou na contagem.

Portal De Bem com a Vida: E com relação à alimentação no avião?
Devemos lembrar que não devemos exagerar na alimentação antes e durante o voo, porém o jejum em voos mais extensos poderá ocasionar uma hipoglicemia. Aqui vale ressaltar a importância de tentar manter a quantidade de carboidratos nos horários das refeições e sempre ter por perto algum alimento com açúcar de rápida absorção para a correção da hipoglicemia (suco com açúcar, balas mastigáveis, sachê de açúcar ou de mel).

Portal De Bem com a Vida: Com relação à alimentação no ônibus?
Você pode levar lanches com até 30g de carboidratos e/ou, nas famosas paradas, optar por carboidratos ricos em fibras para ajudar a manter a glicemia por mais tempo (bolachas ou pães integrais, iogurtes naturais, sucos de frutas).

Portal De Bem com a Vida: Com a mudança da rotina, quais são as dicas para realização da contagem?

Quando temos mudança em nossa rotina, temos de ficar mais atentos às quantidades dos alimentos que estamos consumindo, ao intervalo entre as refeições e principalmente aumentar os números de testes de glicemia.

Portal De Bem com a Vida: São as mesmas medidas para crianças?
Sabemos que o nosso organismo utiliza o açúcar do sangue como principal fonte de energia, portanto as crianças mais ativas terão de ser supervisionadas para avaliação da glicemia por mais vezes. Já as crianças menos ativas podem seguir esse monitoramento como já realiza. Isso não quer dizer que as crianças ativas terão de comer mais para evitar a hipoglicemia, o que precisamos fazer é oferecer alimentos ricos em fibras do qual tem um processo de absorção mais lento, auxiliando a manter a glicemia.

Portal De Bem com a Vida: Com relação à mudança do fuso horário, quais são os ajustes necessários?

No caso de viagens, em que há mudança de fuso horário, requer um tempo de adaptação, no caso de pessoas com diabetes, devemos estar atentos ao intervalo das refeições, de 3 em 3 horas, e à mudança no horário de dormir. Para isso, é necessário fazer testes de glicemia por mais vezes até a fase de adaptação, além de continuar a fazer uso de medicamentos, conforme a prescrição médica.

Portal De Bem com a Vida: Se a alimentação for mais gordurosa, como deve ser feita a contagem de carboidrato e a automonitorização?

Se por acaso optarmos por alimentos mais gordurosos, devemos estar atentos, pois uma parte dessa gordura irá se transformar em açúcar. O que não podemos deixar de fazer é seguir as recomendações dessa correção, conforme a prescrição médica e monitorar a glicemia após 5 a 6 horas dessas refeições mais gordurosas.

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

12. canela email

Saiba mais sobre as propriedades da canela e extraia seus benefícios!

Canela – a santa especiaria Renata Carolyne Chavoni Zago* A canela é uma especiaria tradicionalmente ...