Home / Nutrição / Alimentação Saudável / Confira dicas para evitar o desconforto dos gases

Confira dicas para evitar o desconforto dos gases

nutriçãoQuem já não passou pelo constrangimento de ouvir um barulhinho seguido de um cheiro forte? É normal que todas as pessoas produzam flatulências, popularmente chamadas de gases.

Mas quais são as causas e como podemos evitar a formação desse desconforto?

A maior parte dos gases é produzida no intestino por carboidratos que não são quebrados na passagem pelo estômago. Como o intestino não produz as enzimas necessárias para digeri-los, sofrem uma fermentação por bactérias existentes nesse local. Há também pessoas que têm mais facilidade por engoliar gases, principalmente quando ingerem bebidas gaseificadas ou falam durante as refeições.

Segundo a nutricionista Nicole Trevisan, “os alimentos que geram mais gases são feijão, alcachofra, cebola, brócolis, couve flor, batata doce, ovos, como também refrigerantes. Pessoas com intolerância ao glúten e/ou leite também têm mais propensão aos gases ao ingerir o glúten e a lactose, devido à falta de enzimas responsáveis pela digestão das proteínas”.

Para pessoas com diabetes, Nicole faz um alerta. “os adoçantes que possuem manitol, quando consumidos em excesso podem causar gases e diarreia”. Uma matéria do UOL, publicada em março deste ano, comenta que o sorbitol, utilizado pela indústria alimentícia para a produção de doces e balas diet, causa gases e diarreia quando consumido em grandes quantidades. Como não é totalmente absorvido pelo organismo, provoca alteração no trato gastrointestinal, ocasionando aumento da pressão osmótica no interior do intestino e, consequentemente, gerando tal sintoma.

Estudos demonstram que, em média, um adulto pode expelir gases vinte vezes por dia. De qualquer modo, há como prevenir a maior formação de gases. “Com uma alimentação adequada e a realização de atividade física regular promovem um intestino sadio, que funcione regularmente”, sugere Nicole.

“Quando o desconforto for intenso e ininterrupto, a pessoa deve procurar uma orientação nutricional para fazer as melhores opções alimentares. É importante ressaltar também que a pessoa não deve se automedicar”, aconselha Nicole.

Outras dicas podem ser adicionadas, como deixar feijão de molho durante à noite e trocar a água no dia seguinte antes de cozinhá-la, pois o amido mal cozido aumenta a produção de gases, já podem fazer diferença para que o intestino produza menos gases. Uma outra sugestão é fazer a refeição de forma tranquila, mastigar bem os alimentos e evitar de falar durante as refeições para facilitar a digestão. Siga essas dicas e repare nos resultados. Você poderá se surpreender!

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

rye wholemeal bread with flax seed and oatmeal

Conheça a função e atuação do carboidrato

Esclarecendo Dúvidas sobre o Diabetes Mellitus Dra. Eliana Pirolo* Nosso portal há anos vem trazendo ...