Home / Consumidores / Entendendo o Diabetes / Conheça a Academia de Novos Diabéticos e a vida de um de seus idealizadores, Mário Marcio Barros!

Conheça a Academia de Novos Diabéticos e a vida de um de seus idealizadores, Mário Marcio Barros!

Academia dos Novos Diabéticos

portal_DBCV_3Mário Márcio Barros

Onze anos já são passados quando, aos 26 anos de vida, recebi o diagnóstico do diabetes mellitus tipo 1. Não me recordo do dia exato, mas impossível me esquecer de como aconteceu. Sozinho, abastecendo o carro, resolvi abrir aquele envelope que, até então, não tinha dado a menor importância. Eu não sabia ainda, mas estava a poucos segundos do momento que dividiria minha vida entre antes e depois do diabetes tipo 1. Sem dúvida, foram instantes difíceis, pensei que tudo havia acabado quando enxerguei o número 263. Nada acabou e hoje, consigo entender que se eu não tivesse passado por aquela situação, talvez não estaria tão bem agora.

Confesso que a mudança não aconteceu de um dia para o outro, foi um processo gradual, mas muito forte! Teve um momento em que me dei conta do que eu estava fazendo comigo, como quando a gente abre o olho e se vê à beira de um precipício e percebe do risco que nós mesmos nos colocamos. Desde então, fui me afastando do abismo.

Hoje, tenho a nítida percepção que se não tivesse diabetes, seria uma pessoa totalmente diferente; continuaria sedentário, extremamente preocupado com o futuro, ansioso e sem viver o presente! Não teria os amigos que tenho com os mesmos desafios, conectados pela mesma causa e nem mesmo estaria envolvido com projetos, que mudam a vida das pessoas. Sem dúvida, estou melhor agora!

Com o diabetes, aprendi que o meu corpo é a minha mais importante morada, é a única interface que tenho com o mundo e preciso cuidar bem dela para conseguir desfrutar das inúmeras possibilidades oferecidas pelo nosso Planeta! Aprendi ainda a controlar a ansiedade, a entender a linguagem do meu corpo e como ele reage às emoções, sentimentos, alimentação, cansaço, esforço físico e mental. Sobretudo, entendi que o mais importante recurso que temos é o tempo de vida; é finito e não sabemos a sua extensão, o que torna tudo, cada minuto, cada segundo ainda mais valioso.

As mudanças também ocorreram em âmbito profissional. Desde os 13 anos de idade, quando iniciei meus primeiros cursos complementares, sempre estiveram voltados à Tecnologia da Informação (TI). Apesar de ter um grande fascínio sobre as questões de relações humanas, a “veia” das exatas prevaleceu por algum tempo. Passados 12 anos, concluí uma graduação e uma pós em MBA na área de TI, mas ainda faltava algo que pudesse me preencher… A minha imediata identificação aconteceu quando conheci o mundo do Coaching: foi a descoberta do propósito de vida! A partir daí me dei conta que continuar no mesmo caminho já não me bastava, percebi que o que me trouxe até aqui não seria o que me levaria mais adiante. Resolvi fazer um outro curso universitário. Dessa vez me dedicaria ao estudo da Psicologia que, já me abriu portas e oportunidades para conhecer pessoas e estar ainda mais presente e focado na causa do Diabetes. Penso em me especializar em Educação em Diabetes! Dessa forma estarei apto para ajudar pessoas de forma mais plena.

Quanto à Academia dos Novos Diabéticos, ela surgiu em novembro de 2015, resultado do esforço conjunto de profissionais sérios e experientes com visão e objetivos definidos na ajuda de uma pessoa com diabetes recém diagnosticada, a Noelly Dantas. Foi dessa forma que nasceu o primeiro grupo da AND. Logo depois, foram surgindo outras pessoas necessitando de ajuda, apoio e informações sobre o diabetes mellitus e fomos atendendo sempre com a finalidade de despertar o interesse nas pessoas em entender como age o diabetes e o seu corpo em reação ao que se come, às atividades e sentimentos e como notar os pontos em que poderiam melhorar, nunca simplesmente dando as respostas e sim provocando a reflexão (técnicas de Coaching).

A Academia cresceu (chegamos a 10 grupos AND), se tornou útil e nos traz grande satisfação, notoriamente sentida nos emocionantes depoimentos relatados pelos seus participantes. Dentro da nossa visão estratégica, não pouparemos esforços para aprimorar nosso atendimento ao público para que a Academia seja reconhecida pelas comunidades médica, indústria e dos indivíduos com diabetes como referência em educação, inspiração e empoderamento do paciente.

No mês de setembro começamos a divulgar na página oficial da AND no facebook (www.facebook.com/academiadosnovosdiabeticos) o novo método de participação como acadêmico, que ficará mais clara, simples e atualizada.

Finalizando o meu depoimento, quero deixar uma mensagem às pessoas com diabetes – Não dá para mudar o que já passou, mas sim fazer algo diferente para colher um futuro melhor. Você pode pensar que o diagnóstico da doença foi inicialmente assustador – todos temos medo do desconhecido e também pode não ser uma boa lembrança, mas é uma experiência de vida e, como todas elas, deixam aprendizados. Encarar com garra todos os desafios não é um favor que você faz à sociedade, aos seus pais e familiares, aos amigos e colegas de trabalho ou da escola, mas sim um bem que favorece a si mesmo. Você verá que a sua força interior na luta contra as adversidades trará mais leveza e uma mentalidade vitoriosa!

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

Young handsome man leaning against grey wall with arms crossed. Cheerful man laughing and looking at camera with a big grin. Portrait of a happy young man standing with crossed arms over grey background.

Saúde Masculina é o tema desta vez. Confira texto completo aqui!

Dia Internacional do Homem O Dia Internacional do Homem é celebrado anualmente em 19 de ...