Home / Alimentação / Conheça as vantagens em consumir gengibre!

Conheça as vantagens em consumir gengibre!

Propriedades Medicinais do GengibreGinger tea

O gengibre (Zingiber officinale) é uma planta herbácea da família das Zingiberaceae, originária da Ilha de Java, da Índia e da China, onde se difundiu pelas regiões tropicais do mundo. No norte do Brasil é também conhecida por mangarataia.

A planta foi levada para a Europa durante as Cruzadas, tendo se propagado por todo o continente e no Brasil, foi introduzida pelos portugueses por volta do século XVI.

O gengibre possui mais de 400 princípios ativos, que auxiliam em processos descongestionantes, expectorantes, ajudando a amenizar os sintomas de gripes, resfriados, tosses e outros transtornos respiratórios. Mas as propriedades benéficas não param por aí – é um grande aliado nos processos digestivos, pois reduz dores abdominais, gases e até mesmo nos enjoos, que ocorrem no período da gravidez e nos decorrentes dos tratamentos quimioterápicos.

Para que possamos nos beneficiar de suas propriedades medicinais, é possível utilizá-lo de várias formas, de acordo com as necessidades de quem for ingeri-lo. Desde chás, feitos com a raiz da planta, compressas quentes, em forma de óleo, extrato concentrado em cápsulas ou até mesmo mastigando os pedaços para aliviar os sintomas de tosses e resfriados.

Porém, por mais benefícios que a planta possa proporcionar, se consumida em excesso trará efeitos indesejados quer em reações gastrointestinais como azia, erupções na pele que geralmente afetam a face, ressecamento, além de poder causar palpitações cardíacas.

Uma boa dica para o consumo diário seria em sua adição ao suco verde, proporcionando um delicioso sabor refrescante.

Segundo a nutricionista Noelly Dantas “Estudos concretos apontam que a suplementação de gengibre é capaz de reduzir a resistência à insulina, fazendo com que o hormônio seja melhor utilizado pelas células, trazendo como consequência melhor controle glicêmico. Sendo assim, uma excelente alternativa como tratamento coadjuvante no diabetes mellitus tipo 2. O gengibre também é considerado um poderoso antioxidante, anti-inflamatório e termogênico natural, auxiliando no processo de perda de peso”.

O consumo do gengibre está contraindicado em pessoas com tendências a hemorragias ou que utilizem medicamentos para a coagulação sanguínea, bem como aos cardiopatas, pois é uma planta com efeitos termogênicos, podendo gerar picos hipertensivos.

Uma nova revisão de 60 estudos, publicada nos anais da Academia de Ciências de Nova York, foi destinada aos efeitos benéficos do gengibre na obesidade e na Síndrome Metabólica. Os efeitos do gengibre foram analisados sob diversas formas, incluindo cápsulas, comprimidos e em pó para dissolver em bebidas. Em busca de soluções não-farmacêuticas, os investigadores da Universidade Agrícola da China consideraram que a benéfica planta surge como uma alternativa natural bastante promissora.

Os estudos analisados mostraram que os constituintes da especiaria são benéficos para os problemas de obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e transtornos relacionados, ao atuar sob diversos mecanismos, notadamente na queima de gorduras, digestão de hidratos de carbono, secreção de insulina e diminuição da sensação de fome. O gengibre revelou também ter propriedades anti-inflamatórias e atuar na diminuição do estresse oxidativo (uma forma do envelhecimento celular), assim como nos níveis de colesterol e pressão arterial. Além disso, atua na redução da arterosclerose, uma doença inflamatória crônica que consiste na deposição de gordura nas artérias.

Marie-Pierre St-Onge, da Universidade de Columbia (EUA) e autora de um dos estudos que integraram a revisão, adverte, no entanto, que a ciência ainda não é conclusiva sobre quais seriam as doses específicas para tais fins preventivos.

Entretanto, trabalho realizado sob o título “Estudo sobre o efeito da suplementação do pó de gengibre sobre a resistência à insulina e índice glicêmico em pacientes com diabetes tipo 2: ensaio randomizado, duplo-cego, controlado por placebo”, chegou à seguinte conclusão: O estudo demonstrou que o consumo diário de três gramas na forma de cápsulas do pó de gengibre por oito semanas foi útil aos pacientes com diabetes tipo 2, atuando na redução da hemoglobina glicada, bem como na melhora dos índices de resistência à insulina.

Vale acrescentar que “O gengibre é uma alternativa excelente para o tratamento da obesidade e resistência à insulina, porém não deve ser utilizado como terapia isolada. Os benefícios são alcançados de forma mais rápida se aliados com alimentação balanceada e prática de atividade física regular”, aconselha a nutricionista Noelly Dantas.

Para saber mais acesse:

http://visão.sapo.pt/visãomais/2017-06-02-Gengibre-ajuda-a-queimar-gorduras-e-controlar-o-acucar-no-sangue

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24559810

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

2 email

Como reverter a obesidade infantil? Confira matéria na íntegra aqui!

Obesidade Infantil   Atualmente, uma em cada três crianças no Brasil está acima do peso ...