Home / Consumidores / Depoimentos / Conheça os desafios e as experiências de Bruno Pereira pelo mundo!

Conheça os desafios e as experiências de Bruno Pereira pelo mundo!

Sim, viajar é preciso!Bruno

Bruno Pereira, publicitário, 26 anos e há 11 com diabetes mellitus tipo 1, atuando atualmente na publicidade digital, adora conhecer a cultura de outros povos e, por isso, tem uma vasta experiência em viagens ao exterior.

Em 2013, lançou o livro “Aventuras a 90 de Glicemia”, onde conta a sua história com o diabetes e a vida dedicada ao trabalho voluntário. Está escrevendo uma nova obra, sem ainda previsão de lançamento, cuja temática está voltada às experiências de viagens e trabalho.

A primeira vez que saiu do Brasil, com 19 anos, foi para participar do Acampamento Paraguaio de Diabetes, evento que despertou tamanha paixão pelas experiências vivenciadas que, meses depois, decidiu passar um semestre fora do país, se dedicando ao trabalho voluntário no Paraguai, Argentina e Chile; foi estudar inglês em Londres, aproveitando para conhecer outros países próximos; trabalhou um ano na África do Sul e um mês nos Estados Unidos e também na Colômbia, as demais nações foram exploradas como turista. Simplificando, foram 21 países visitados, tais como: Paraguai, Argentina, Chile, Bolívia, Uruguai, Colômbia, México, Estados Unidos, Inglaterra, País de Gales, Escócia, Irlanda, Irlanda do Norte, Espanha,França, Portugal, Dinamarca, África do Sul, Tailândia, Malásia e Singapura.

Quanto aos cuidados na alimentação, precisou ficar atento à contagem de carboidratos em Portugal, pois apesar de sua culinária ser pobre em frituras, em contrapartida, o português não dispensa do cardápio a sobremesa com maravilhosos doces à mesa.

Para o controle glicêmico, além de procurar se alimentar de forma saudável, Bruno também procurou se exercitar fisicamente fazendo caminhadas e relatou memoráveis experiências com esportes radicais, como o pulo da ponte de bungy jumping comercial mais alta do mundo com mais de 200 metros de altura na África do Sul e também nesse país, realizou a proeza de mergulhar junto aos tubarões. No litoral espanhol voou de parapente.

Para questões de emergência, o publicitário nos relatou que sempre contratou seguros de saúde, chegando a precisar deles em Portugal. Além disso, procurou manter contato com as associações de diabetes locais. Quanto aos insumos, é preciso levá-los em quantidade bem maior em relação ao período que irá permanecer fora do país de origem, para que se providencie com calma recebê-los na localidade em que estiver hospedado.

“Sempre quis descobrir coisas novas e ter histórias para contar. Há muito ainda a explorar! Porém, amo nosso país e tenho orgulho em dizer que conheço nossas cinco regiões, locais visitados junto à minha namorada portuguesa, companheira constante de viagens inesquecíveis”, confessa o jovem viajante.

“Tenho diabetes, convivo bem com a condição e, por isso, sempre busquei transmitir mensagens positivas às pessoas. Devemos nos cuidar e seguir a vida com positividade. Podemos muito. Podemos tudo. Hoje, minha amada e eu temos a página Casal T1(https://casalt1.wordpress.com/) para partilharmos nossas experiências. Junte-se a nós”, declara Bruno Pereira.

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

6 museo

Descubra um Museu que tem a ver com diabetes!

O que o Museu do Amanhã tem a ver com Diabetes? Descubra aqui! Estive recentemente ...