Home / Como lidar com o Diabetes / Conheça mais sobre a contagem de carboidratos

Conheça mais sobre a contagem de carboidratos

Entenda mais sobre esta terapêutica essencial para pessoas com diabetes!

Nicole Trevisan*

A contagem de carboidratos é um instrumento a mais para o controle glicêmico, uma maneira de facilitar o controle da quintidade de carboidratos ingeridos ao longo do dia. Uma das vantagens da terapêutica é a diminuição de hipoglicemias e hiperglicemias.

A contagem deve ser prescrita quando há um comprometimento do paciente em relação ao tratamento já prescrito, no que diz respeito a fazer as medições prescritas de glicemia, nos horários corretos, uma adesão a um plano alimentar saudável e uma correta administração da medicação.

Ao ingerir mais carboidratos, a pessoa irá aplicar mais insulina e ao ingerir menos carboidratos aplicará menos insulina, isto dá a liberdade de consumir diferentes alimentos a cada dia e variar a dose de insulina conforme o consumo de carboidratos. Nos tratamentos convencionais, com doses fixas de insulina, ao comer mais que o habitual, a pessoa com diabetes apresenta hiperglicemia e, ao ingerir menos que o habitual, apresenta hipoglicemias.

Mas para que a pessoa comece esta terapêutica, ela precisa ter uma boa compreensão do conceito e dos termos, da utilização de manuais ou aplicativos para auxiliar na própria contagem e que seja engajado no próprio tratamento. É importante salientar que é necessário ter um nutricionista especializado para receber a orientação correta de como elaborar seu plano diário, como fazer as substituições, ou seja, como manejar a contagem.

Para começar com este tipo de tratamento, é importante uma série de cuidados, que incluem principalmente manter uma alimentação saudável, não achar que a contagem serve para extrapolar na quantidade de carboidratos da dieta e principalmente na qualidade. Caso o paciente esteja com essas características, talvez não seja o momento ideal para se iniciar a contagem de carboidratos.

Assim que iniciar a terapêutica, é recomendável voltar ao nutricionista em pouco tempo para acertar a quantidade certa de insulina para a quantidade certa de carboidrato. É essencial ressaltar que como tudo na nutrição, cada pessoa, cada metabolismo, é de uma maneira e acontece de forma diferente, o que é bom para ma pessoa pode não ser para a outra. Muitas características são levadas em consideração e analisadas segundo o perfil do paciente, e são mutáveis, nosso organismo não é estático e sofre diversas alterações ao longo da vida.

A contagem de carboidratos é um facilitador do dia a dia, mas nunca deve funcionar como uma muleta para não seguir um modo de vida saudável.

Nicole Trevisan*, nutricionista e pedagoga, mestre pela Faculdade de Medicina da USP, coach em saúde e qualidade de vida e educadora em diabetes pela Sociedade Brasileira de Diabetes/ Federação Internacional de Diabetes

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

horario-post

Fim do Horário de Verão 2017, atualize o relógio em sua Bomba de Insulina e em seu monitor de glicemia.

O horário de Verão termina no dia 19/02! Se você mora nas regiões Sul, Sudeste ...