Home / Alimentação / Os Substitutos do Açúcar

Os Substitutos do Açúcar

Os Substitutos do Açúcar

portal_DBCV_1 (1)Deise Santiago*

Chamamos de adoçantes os substitutos do açúcar. Didaticamente podemos dividi-los em calóricos e não-calóricos.

Os adoçantes dietéticos calóricos são os mais utilizados na indústria de alimentos, dentre eles podemos citar o Aspartame (4kcal/g), Frutose (4kcal/g), Xilitol, Sorbitol e Manitol (4kcal/g).

Os adoçantes dietéticos não-calóricos são mais fáceis de se encontrar nas prateleiras dos supermercados e temos como exemplos a Sacarina, Acessulfame-K, Ciclamato de Sódio, Sucralose e Estévia.

Minha recomendação como nutricionista é que se evite adoçar tudo com adoçante ou açúcar. Devemos sim acostumar o paladar ao sabor real dos alimentos, dessa forma ajudará no controle mais fácil da glicemia e do peso. Desafie o seu paladar e não o deixe acostumar com o excesso do sabor adocicado. Caso não consiga deixar de adoçar, reduza a quantidade de adoçante utilizado; no começo o gosto do alimento pode parecer amargo, mas com o passar dos dias o organismo se adapta e aceitará o sabor.

Também recomendo evitar os produtos diet em excesso, podendo consumi-los eventualmente sempre lendo os rótulos do produto.

Sempre deixo claro às pessoas com diabetes, que não adianta trocar uma dieta ruim por outra ruim diet, ou seja, substituir um refrigerante por outro diet, um bolo, torta ou bolacha pela versão diet. O que se aconselha é a restrição desses alimentos, tendo em vista que eles não irão agregar qualidade à dieta.

Caso queira utilizar um substituto do açúcar, o mais indicado é o Estévia, extraído da planta Stevia rebaudiana, adoçante com capacidade de adoçar 300 vezes mais que o açúcar e, por isso, é utilizado em diminutas quantidades.

Quanto às crianças, o ideal é acostumá-las a experimentar os alimentos sem adoçá-los. Ofereça frutas e sucos “ in natura”. Elas irão degustar e tenho certeza que irão adorar!

Conheço crianças que tomam café com leite sem uso de açúcar ou substitutos e estão perfeitamente acostumadas. A limitação está na nossa mente. Os pequenos, se assim forem acostumados, terão menor probabilidade de desenvolver diabetes ou obesidade na fase adulta. Não esqueça – o bom hábito alimentar é desenvolvido na infância!

Para os adultos que não têm diabetes ou alguma patologia associada, que não conseguem deixar de adoçar os alimentos, é recomendável que substitua o açúcar por adoçantes, levando em consideração que o mesmo não oferece nenhum benefício orgânico e sim calorias vazias. O uso de adoçantes evita o excesso de peso e, consequentemente, diversas doenças associadas à obesidade.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabeleceu os limites diários permitidos de adoçantes, cuja quantidade varia conforme o peso corporal.

  • Acessulfame-K e Sucralose ——————–15mg por quilo de peso
  • Aspartame —————————————-40mg por quilo de peso
  • Ciclamato —————————————–11mg por quilo de peso
  • Estévia ——————————————–5,5mg por quilo de peso
  • Sacarina —————————————— 5 mg por quilo de peso

Simplificando, o limite diário é de seis sachês de adoçante em pó, 10 gotas do líquido e uma lata de refrigerante diet por dia. (Isso é muito!!)

Recomendo não usar mais do que 10 gotas ou dois sachês por dia, procurando sempre variar o tipo de adoçante.

O seu excesso pode causar efeito laxativo, impedindo a absorção dos nutrientes. Além disso, o consumo em demasia pode causar câncer, já que o organismo não sabe o que fazer com aquela substância produzida artificialmente.

*Deise Santiago é graduada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo, Pós-graduação em Nutrição Clínica, Educadora em Diabetes – Educando Educadores ADJ – IDF – SBD, Membro da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), Diabetes Tipo 1 desde 2000.

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

2 email

Como reverter a obesidade infantil? Confira matéria na íntegra aqui!

Obesidade Infantil   Atualmente, uma em cada três crianças no Brasil está acima do peso ...