Home / Alimentação / Saiba mais sobre as propriedades da canela e extraia seus benefícios!

Saiba mais sobre as propriedades da canela e extraia seus benefícios!

Canela – a santa especiaria

Renata Carolyne Chavoni Zago*

A canela é uma especiaria tradicionalmente utilizada em alguns pratos culinários. Além do benefício de agregar aroma às preparações, pode produzir efeitos anticancerígenos devido aos compostos bioativos como os polifenóis. Possui ainda propriedades antimicrobiana, antioxidante, anti-inflamatória, atuando no perfil lipídico e no controle glicêmico graças aos polifenóis e ao nutriente cromo, que promovem a melhora da sensibilidade à insulina. Foi descoberto que esse mineral tem íntima relação com o metabolismo da glicose, permitindo que a mesma seja inserida com maior facilidade para o interior das células com a ajuda da insulina.12.canela post

É importante frisar que esta melhora ocorre apenas em pessoas com diabetes mellitus tipo 2 e em indivíduos com resistência à insulina, evitando que os mesmos evoluam para a doença.

O efeito hipoglicemiante dos polifenóis é justificado pela sua composição composta por pronantocianidinas que, aumenta as proteínas do receptor beta da insulina e do transportador de glicose (GLUT 4), favorecendo também assim como o cromo uma maior captação de glicose pelas células de gordura e pelas células musculoesqueléticas.

Para obter os seus benefícios, a canela em pó pode ser adicionada no preparo de diversos alimentos como sucos, frutas, cremes e vitaminas ou ingerida num delicioso chá na versão em pau. Aqui deixo algumas sugestões: banana assada com canela, mingau de aveia com maçã e canela, suco natural de maçã e goiaba com canela, água aromatizada com canela em pau, suchá de frutas vermelhas com canela (chá de canela batido com suco de frutas vermelhas), café aromatizado com canela.

Quanto ao seu consumo, para sermos beneficiados dos efeitos terapêuticos, devemos usá-la três vezes ao dia na forma de chá ou suchá. Quando consumida em pó, uma colher (chá) dividida ao longo do dia nas preparações.

Devemos informar aos leitores que algumas pessoas podem apresentar alergia à especiaria. Indivíduos que sofrem de insônia devem considerar o seu uso durante o dia, devido ao efeito estimulante, bem como os que têm gastrite ou úlceras gástricas devem evitá-la, pois o seu uso pode provocar irritação de mucosas.

No caso do consumo excessivo, pode causar irritação gástrica, insônia, vômitos, hipoglicemia, arritmia cardíaca e problemas renais.

Embora a sua introdução na culinária brasileira tenha sido feita pelos jesuítas, o consumo no país ainda é pequeno. Portanto, para estimular a utilização da especiaria, é preciso informar à população das suas propriedades medicinais, através de receitas gastronômicas que se tornarão mais saborosas ao paladar e com certeza, muito mais saudáveis!

 

*Renata Carolyne Chavoni é nutricionista oncológica e funcional

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

ANA paula post

Convivência com o Diabetes em Portugal, Itália e Holanda. Veja a experiência de Ana Paula Camargo!

Uma Brasileira na Europa Ana Paula Camargo Um pouco além dos 40 anos de idade ...