Home / Consumidores / Entendendo o Diabetes / Vinagre de maçã pode ser um grande aliado da nossa alimentação! Compreenda os motivos aqui!

Vinagre de maçã pode ser um grande aliado da nossa alimentação! Compreenda os motivos aqui!

Vinagre de Maçã – o seu benefício se estende muito além da cozinha

Dra. Eliana Pirolo*

Apples-vw0_06465e35-b0b9-624d-b65863af63607295

A exibição de um vídeo bombástico apresentado por Ana Maria Braga no programa de TV matinal Mais Você, onde o médico nutrólogo e especialista em Medicina Preventiva Ortomolecular Wilson Rondó Jr enaltece as inúmeras qualidades medicinais do vinagre de maçã, causou tamanho frisson nos milhares de telespectadores que, em pouquíssimo tempo, a iguaria esgotou das prateleiras dos supermercados.

O vinagre tem sido usado há milhares de anos; na história da medicina, Hipócrates em 460 a.C já o utilizava como antisséptico, antiinflamatório natural, pelo alto poder de promover cicatrização nas feridas e melhorar a imunidade corporal.

Hoje, estudos acadêmicos realizados inicialmente em animais e posteriormente em indivíduos com síndrome metabólica (resistentes à insulina), obesos e hipertensos comprovam a sua eficácia. O vinagre de maçã contribui para o emagrecimento, conta com ação antioxidante, protege o fígado, previne o diabetes, melhora as articulações e a digestão. Encontramos em sua composição 5% de ácido acético, enzimas, catequinas e quercetinas, que são antioxidantes, traços de fibra solúvel, betacaroteno e minerais, especialmente o potássio.

Quanto ao ácido acético, ele é apontado em estudos realizados com animais, como o responsável por melhorar a capacidade do fígado e dos músculos para absorver o açúcar do sangue e diminuir os níveis de insulina séricos, o que favorece a queima de gordura.

Outro estudo mostrou que o ácido acético aumenta a enzima AMPK, que favorece aceleração do metabolismo, ou seja, a queima de gordura, diminuindo a sua concentração e do açúcar no fígado.

O tratamento de ratos obesos com diabetes utilizando o acetato ou ácido acético os protegeu da obesidade e aumentou a expressão de genes que reduzem o armazenamento de gordura na barriga e no fígado.

O “santo” ácido ainda melhora a eficiência dos músculos e a sua recuperação após os treinos. Além disso, inibe a ação de várias enzimas que digerem os carboidratos, dentre elas a amilase, sacarase, maltase e lactase. Sendo assim, é um bloqueador natural da absorção de amidos e açúcar. Quando essas enzimas são bloqueadas, os carboidratos passam direto através do trato digestivo e dessa maneira, são eliminadas calorias que se tivessem sido absorvidas, contribuiriam para o aumento de peso.

Foi também assinalado em estudos com humanos que a santa iguaria reduz a ingesta calórica, já que promove a sensação de saciedade, graças à ação da pectina, que também proporciona a absorção de gorduras e melhora o trânsito intestinal.

Em contrapartida, indivíduos que consumiram vinagre de maçã antes das principais refeições apresentaram retardo significante de esvaziamento do estômago (gastroparesia), o que implicou no aumento da saciedade e baixos níveis de açúcar e insulina no sangue. Porém, esse efeito pode ser prejudicial para algumas pessoas. A gastroparesia é uma complicação comum do diabetes mellitus tipo 1 – a sincronia da insulina com os alimentos se torna problemática, uma vez que é difícil prever quanto tempo levará para que o açúcar no sangue aumente após uma refeição. Para elas, o incremento do vinagre à alimentação não está indicado.

Devido à presença de catequinas, importantes polifenois, encontrados também no chá verde, nas frutas, nos vegetais, legumes e no cacau, colabora no processo de emagrecimento e, devido às propriedades antioxidantes, combatendo a ação dos radicais livres, retarda o processo de envelhecimento celular. Assim, a pele, os cabelos também serão beneficiados com o consumo do vinagre de maçã.

Quanto à quercetina, também presente em sua constituição, podemos dizer que é um poderoso flavonoide com uma vasta gama de benefícios à saúde, incluindo a sua capacidade para reduzir a inflamação, eliminar a dor, impedir o aparecimento de doenças cardiovasculares, diminuir a pressão arterial, controlar a glicemia, estimular o sistema imunológico, reduzir irritações da pele e prevenir certos tipos de câncer.

A quercetina, sendo um pigmento de planta que tem uma estrutura molecular semelhante ao de uma flavona, também é considerado um antioxidante potente e, normalmente, é o principal componente da pigmentação vermelha e laranja de várias frutas e vegetais, podendo ser encontrada como corante de vinhos e chás variados.

Caro leitor, se você está com sobrepeso e já está apresentando outros sinais da síndrome metabólica como aumento da pressão arterial, do colesterol, da taxa de triglicérides e da glicemia, experimente consumir o vinagre de maçã como tempero de saladas, que dará um sabor todo especial ou o dilua a uma colher de sopa em um copo de água filtrada nas principais refeições (almoço e jantar).

Com certeza, sua saúde agradecerá!

*Dra. Eliana Pirolo é cirurgiã dentista, especialista em Homeopatia pela Associação Paulista de Homeopatia (APH), especialista em Saúde da Mulher no Climatério pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Ciências pelo Departamento de Ginecologia da Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina (UNIFESP – EPM) e Doutora em Ciências pelo Departamento de Ginecologia da Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina (UNIFESP – EPM).

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

20171107_post_diabetes_v3

Se programe neste mês para inúmeras atividades do Dia Mundial do Diabetes!

Participe das Ações do Dia Mundial do Diabetes! Fique de Olho! O Dia Mundial do ...