Home / Nutrição / Alimentação Saudável / Você já fez todos os exames de Saúde Nutricional? Conheça mais sobre o assunto!

Você já fez todos os exames de Saúde Nutricional? Conheça mais sobre o assunto!

Check-up nutricional! O que é isso?

exame nutricionalNo portal, há sempre muitas dicas de alimentos que podem nos ajudar a controlar a glicemia e o peso, além de muitos outros benefícios. Mas nos perguntamos: como está nossa saúde nutricional?

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística realizou uma pesquisa por telefone com a população brasileira e constatou que 22,7% dos participantes ingerem cinco ou mais porções de frutas e hortaliças por dia. Além disso, 26% deles tomam refrigerante mais de cinco vezes por semana. Será que os nutrientes estão balanceados em nosso organismo?

Muitas pessoas reclamam de fadiga, falta de disposição, fraqueza, formigamento entre outros. Estes sintomas podem representar carência de alguns tipos de vitaminas, conforme esclarece o endocrinologista Freddy Goldberg Eliaschewitz. “Se as pessoas constatarem anemia, fadiga, cansaço, por meio de exame de sangue, há possibilidade de constatar que sejam sintomas de falta de ferro”.

“Agora, sintomas como fraqueza muscular, formigamento, chegando à neuropatia podem demostrar, por meio de exames, que possam ser o diagnóstico de falta de vitamina B. No caso de pessoas com diabetes, que utilizem a metformina, precisam ficar atentas pois têm a tendência de ser mais carentes em vitamina B12, levando o risco de neuropatia, como também de anemia”, detalha Dr. Eliaschewitz.

“No caso de pessoas que são diagnosticadas com osteoporose ou osteopenia, mostram que há carência de vitamina D. A população mundial em geral tem se protegido mais do sol, usando protetores solares ou muitas vezes não se expõe aos raios solares durante o dia, como faziam antigamente”, alerta o endocrinologista.

Há um estudo realizado na Universidade da Aarhus, na Dinamarca que mostrou que suplementos de calcio e de vitamina D podem levar a uma expectativa de vida maior, reduzindo em até 9% as chances de mortalidade em um período de três anos entre pessoas com idade média de 70 anos, pois a vitamina D está relacionada ainda ao bom funcionamento do coração, do cérebro e da secreção de insulina pelo pâncreas. Com a junção da vitamina D com o cálcio, este último entra nas células com muito mais facilidade.

“Mas é importante ressaltar que quando paciente com diabetes chega ao meu consultório e são diagnosticados com alguma carência destes nutrientes, costumo prescrever suplemento vitamínico, pois não quero alterar o plano alimentar de tal forma que ele possa ganhar peso e descontrolar as taxas de glicemia”, destaca Dr. Eliaschewitz.

Mas há casos de diagnóstico de execesso de alguma vitamina. “O que é mais frequente é diagnosticar uma dosagem maior de vitamina D, que pode ocasionar intoxicação. Nesta situação é só diminuirmos a suplementação”, explica o endocrinologista.

Por isso, é essencial que os pacientes possam sempre realizar os exames de sangue para checar a dosagem deste nutrientes.

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

rye wholemeal bread with flax seed and oatmeal

Conheça a função e atuação do carboidrato

Esclarecendo Dúvidas sobre o Diabetes Mellitus Dra. Eliana Pirolo* Nosso portal há anos vem trazendo ...